Registos de luz no MACNA

Pintura impressionista de Sousa Lopes

A coleção do MNAC (1900-1950)

Iniciando a parceria entre o Museu Nacional de Arte Contemporânea (MNAC) e o Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso (MACNA), o MNAC apresenta em Chaves um conjunto de obras da sua coleção de 1900 a 1950, numa exposição curada por Maria de Aires Silveira.

 

A blusa azul, 1925-28 ADRIANO SOUSA LOPES

 

Uma das salas de exposições temporárias do museu apresenta obras do pintor Adriano Sousa Lopes (1879-1944), diretor do MNAC, de 1929 até ao ano da sua morte. Encarando a modernidade como uma síntese entre alguns aspetos da pintura impressionista e o entendimento da luz local, na sua descoberta pelo país, Sousa Lopes revela os segredos luminosos da pintura de paisagem, em impressões de momento.

A exposição está patente até ao dia 29 de março.

 

Horário

Out. – Mar.
De terça-feira a domingo
Das 09h30 às 13h00 e das 14h30  às 18h00

Bilhete geral 5€

Tel.: (+351) 276 340 501
Email: mac.nadirafonso@chaves.pt
www.macna.chaves.pt

 

Localização

O museu fica localizado a 24,3 km (32 minutos de carro) da vila de Boticas, via N103 (direção Chaves).

Ver no Google Maps

 

Visit Boticas / 20/02/2019 / Fonte: MACNA / Imagem no topo: À beira-mar (Praia das Maçãs), 1920-26 ADRIANO SOUSA LOPES 

 


PUB