Lenda de São Cristóvão

Conheça a lenda desta figura emblemática associada às festividades em honra de Nossa Senhora da Livração, que anualmente se realizam no terceiro fim-de-semana de agosto, na vila de Boticas.

 

A lenda diz que havia um rei pagão, em Canaã ou na Arábia, cuja mulher teve um filho devido a preces feitas a Nossa Senhora. O rei deu ao seu filho o nome de Offerus (Ofro, Adokimus ou Reprobus) e dedicou-o aos deuses Machmet e Apolo. Tornando-se com os anos num homem de tamanho e força extraordinários, Offerus resolveu servir o rei mais poderoso do mundo.

Depois de seguir um poderoso rei e Satanás, abandonou-os por lhes faltarem a coragem dado que o primeiro se assustava com o nome do diabo e o segundo fugia perante a visão de uma simples Cruz na estrada. Por fim, encontrou um eremita que o aconselhou a oferecer a sua vida a Cristo, instruindo-o na fé e batizando-o. Não prometeu fazer jejum nem orar, mas aceitou a penitência de passar gente num rio, em nome de Deus.

Um dia uma criança pede-lhe para a passar para a outra margem durante a noite e, à medida que ia avançando na corrente, a criança ficava cada vez mais pesada parecendo a Cristóvão que transportava o mundo inteiro aos ombros. A criança acaba por se lhe revelar como sendo o próprio Cristo, Criador e Redentor do mundo. Daí o seu nome, do grego christos pherein , que dá em latim Christophorus , “aquele que transporta Cristo”.

Como prova da sua identidade, Cristo diz-lhe para enterrar no chão o seu bordão, que no dia seguinte cresceu como uma palmeira com frutos. Este milagre converteu muitas pessoas mas suscitou a ira do rei Dagno de Samos, na Lícia, que o mandou prender e decepar, depois de muitas torturas.

Segundo a lenda, o rei Dagno, ferido por uma das setas destinadas a São Cristóvão, curou-se com o sangue do santo, convertendo-se e permitindo a expansão do cristianismo.

 

Fonte: São Cristóvão in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2018. [consult. 2018-08-11 13:40:31]. Disponível na Internet: / Fotografia: São Cristóvão no ribeiro de Fontão (Boticas) – TR

 


PUB