Repositório histórico do Vinho dos Mortos

Conta-se na região que, durante a segunda invasão francesa, os moradores de Boticas tiveram que esconder os seus haveres com receio das pilhagens. O vinho, depois de engarrafado, foi enterrado. Após a partida dos invasores, e quando foi desenterrado, apresentava qualidades desconhecidas até então. A tradição de enterrar o vinho permanece até aos dias de hoje, sendo conhecido como o vinho dos mortos.

 

Horário

Marcações de visitas todo o ano (grupos) pelo telefone (+351) 276 410 200

Entrada gratuita

 

Localização

A 1,6 km (3 minutos de carro ou 20 minutos a pé) a partir do centro da vila de Boticas via N312 (direção chaves).

 

 

Fonte: Associação de Municípios do Alto Tâmega 2007, Atlas/ Guia das Rotas do Alto Tâmega, Chaves.

SUGERIR CORREÇÃO

 


PUB