Rota das Minas

PAVT

Na época romana (Sécs. I a.C./IV d.C.) identifica-se uma nova ocupação do vale superior do Rio Terva, orientada para a exploração intensiva dos seus recursos minerais, em especial dos jazigos auríferos.

No vasto complexo de mineração antiga do vale superior do rio Terva, destacam-se os povoados mineiros romanos das Batocas e do Carregal e as zonas de extração das Batocas, do Limarinho, do Poço das Freitas e do Brejo. Aí se identificam grandes ‘cortas’ de desmonte a céu aberto, inúmeras bocas de galerias e de poços e diques e canais, apresentando-se a paisagem profusamente recortada por trincheiras de amplitude variável, entre as quais se observam pirâmides e agulhas graníticas residuais e lagoas e onde se desenvolveu uma cobertura vegetal climácica, dominada por bosques de carvalhos.

Com características únicas de autenticidade, originalidade e monumentalidade, sem paralelo na região Norte de Portugal, e porque constitui um valor patrimonial de superior interesse
científico, histórico e cultural, este conjunto foi classificado como Sítio de Interesse Público (Portaria no 386/2013, Diário da República, 2.a série – N.o 115 – 18 de junho de 2013).

 

Minas do Poço das Freitas

PAVT / Rota das Minas Situado entre os ribeiros do Calvão e do Vidoeiro, o chamado Poço das Freitas é um dos mais significativos testemunhos da atividade mineira antiga no Vale do Terva. A zona de extração abarca uma área que se prolonga no sentido N/S por cerca de 1000 m e cerca de 700 […]

Minas do Limarinho

PAVT / Rota das Minas As cortas e lagoa do Limarinho, resultantes da extração mineira, constituem a mais notável expressão paisagística da mineração antiga do Vale do Terva. No Limarinho torna-se evidente a dimensão avassaladora da mineração a céu aberto e dos desmontes realizados, como revelam as cortas, trincheiras e pirâmides residuais remanescentes. As escavações […]

Minas das Batocas

PAVT / Rota das Minas A zona de extração mineira das Batocas desenvolve-se entre as ribeiras de Ardãos e de Sangrinheira, estendendo-se por cerca de 550m no sentido N/S e cerca de 260m no sentido E/O. Atualmente recoberta por densos bosques de carvalhos e pontuada por pequenas lagoas, a zona de mineração é definida por […]

Minas do Brejo

PAVT / Rota das Minas Numa área aproximada de 12 hectares, que vai desde as proximidades da aldeia de Bobadela até perto do Castro do Brejo, identificam-se inúmeras trincheiras e cortas de desmonte a céu aberto, com orientações, comprimentos e larguras diversas, observando-se restos de galerias nos taludes laterais. Nas proximidades da antiga Casa Florestal […]


No Centro de Interpretação do PAVT em Bobadela são cedidos mapas com a informação técnica indispensável para a realização dos roteiros.

 

Fonte: Unidade de Arqueologia da Universidade do Minho 2014, Rotas do Parque Arqueológico do Vale do Terva, Câmara Municipal de Boticas, Boticas. / Fotografia: TR

SUGERIR CORREÇÃO

 


PUB