Outeiro Gordo

PAVT / Rota das Gravuras

As gravuras encontram-se numa extensa e aplanada laje granítica que aflora à superfície do terreno, na bordadura nascente do outeiro, com ampla visão sobre o vale do Rio Terva.

Distinguem-se dois motivos, separados entre si cerca de 3 metros e gravados por picotagem e abrasão. A sul um mais simples, bastante erodido e a norte um mais complexo, bem conservado.

O primeiro corresponde a uma figuração circular, composta pelo resto de dois sulcos concêntricos. O segundo é também uma figuração circular, que se organiza em torno de uma pequena elevação do afloramento, em cujo topo se sulcou um círculo, completamente preenchido por covinhas, marcando o centro da composição, a que se sucedem dois anéis concêntricos igualmente sulcados e finalmente uma sequência de quatro anéis, também concêntricos, formados por covinhas alinhadas.


Fonte: Unidade de Arqueologia da Universidade do Minho 2016, Rotas das Gravuras, Câmara Municipal de Boticas, Boticas. / Fotografia: TR

SUGERIR CORREÇÃO

 


PUB