Na paisagem planáltica do Barroso, os Cornos das Alturas, a uma altitude de cerca de 1200 metros, são o referente orográfico que identifica a região. Sobranceiro à margem esquerda do rio Rabagão, daí se beneficia de uma paisagem deslumbrante, desde as serras do Larouco e do Gerês, a Norte e Noroeste, até às serras da Cabreira e do Marão, a Sul.

No sopé aplanado que começa a desenhar a vertente sul, abrigam-se algumas das aldeias mais emblemáticas do Barroso, como Alturas do Barroso, Atilhó e Vilarinho Seco, que mantêm uma importante atividade pecuária.

Fonte: Unidade de Arqueologia da Universidade do Minho 2016, Boticas o Espírito dos Lugares, Boticas. 

 

PUB